Idosa Relata Tentativa de Estupro em Camocim por Adolescente de 15 Anos

Idosa Relata Tentativa de Estupro em Camocim por Adolescente de 15 Anos

Idosa de 71 anos moradora de Camocim, Ce Relata Tentativa de Estupro, por rapaz de 15 anos de idade. Com o rosto bastante machucado e olho roxo a senhora Janerinda Lemos, de 71 anos procurou a policia em Camocim. A Idosa foi até a delegacia de Cruzeiro do Sul, na cidade de Camocim, para denunciar a tentativa de estupro e agressão que sofreu, que segundo ela, foi cometida por um adolescente de 15 anos.

“Me agarrou pelas costas, tentou tirar minha roupa”

Conta a mulher de 71 anos. O acusado nega que tenta tentado abusar da idosa, segundo o delegado.

Ela conta que a violência aconteceu na segunda-feira (8), mas só teve coragem de denunciar o rapaz após tomar conhecimento que o menor já estava preso. Janerinda informou que o menor de idade invadiu sua casa, que fica localizada na comunidade Paraná do Pentecoste, zona rural de Cruzeiro do Sul, e tentou violentá-la.

“Ele me bateu, fiquei sem sentido. Eu estava em casa quando esse rapaz chegou me agredindo. Me agarrou pelas costas, tentou tirar minha roupa, caímos pelo chão com ele me batendo e eu tentando me defender. Essa foi a primeira vez que vi esse rapaz. Meus filhos são todos adultos e moro só. Ele queria abusar de mim. Não tive nem como pedir socorro”

contou a idosa.

O menor de idade foi preso na tarde de terça-feira (9), na mesma comunidade que mora dona Janerinda. O mesmo foi acusado de furtar a chave de uma moto em uma mercearia. Segundo a Polícia Militar, o jovem pegou a chave que estava no pescoço de uma mulher e tentou fugir. Populares conseguiram impedir o furto, espancaram o menino, depois imobilizaram até a chegada da polícia ao local. O adolescente foi levado ao Pronto-Socorro devido ao espancamento, mas, segundo a polícia, negou atendimento médico.

O delegado Elton Futigami, que investiga o caso, disse que o menor foi indiciado por ato infracional e encaminhou o caso para o Ministério Público do Acre (MP-AC).

“Enquadrei o menor por tentativa de estupro, mas garoto nega a violência sexual. Com relação a moto, não compareceu ninguém para denunciar o menor. É a palavra dele, contra a dela. Foi uma suposta tentativa de violência sexual que o Ministério Público vai decidir pela internação ou não do menor”

Disse o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *